O origami e as crianças

23.5.08
Vinha a dobrar folhas de plátano no autocarro (grande encomenda em curso...).
Um autocarro quase vazio.
À minha direita, mas um pouco atrás, fora do meu campo visual, um miúdo com a mãe.
Às tantas ouvi "Mããae, fazes-me um avião?". A mãe disse que não sabia fazer. Ele insistiu. Pediu um avião mais três vezes. "Ó filho.... a mãe não sabe...". "Tens aí um papel?" Mostrou-lhe como se fazia uma outra coisa qualquer, não entendi o que ele disse...
Eu não olhei para ele, mas sentia que tinha os olhos pregados no que eu estava a fazer...
Terminei a folha. Prateada. "ÓOOOoooo! Uma estrela!" Passou para o banco atrás de mim.
Eu já tinha posto a folha no saco e estava a começar outra. "O que 'tás a fazeeer?"
Tirei a folha do saco. "Toma lá p'ra ti". Sorriu por trás da chupeta e agradeceu. A mãe também.
Sairam logo a seguir. Disse-me adeus lá de fora.

3 comentários:

bacondog disse...

E o avião? Combina com a estrela!
:)

Michelle Marmelo Pedro disse...

Ai, se eu conheço bem esses "o que estás a fazeeeeer?" Estás com muita sorte não te ter soltado um "e porquêêêêê?" lolololol

Anjos disse...

E há lá alguma coisa mais valiosa que um sorriso de criança???
Também quero um.........